​ALLÊ BARBOSA

O baiano Carlos Alexandre Barbosa Silva, conhecido como Allê Barbosa, faz parte da galeria de compositores mais relevantes do país. Nomes de sucesso como Wesley Safadão, Aviões, Bom Gosto, Babado Novo, Paula Mattos, Durval Lelys, Estakazero e a dupla Jads e Jadson, entre outros, já gravaram suas músicas. É o autor de ‘Jeito Carinhoso’, hit que alcançou a marca de 78 milhões de views no Youtube com apenas um artista e, em 2013/2014, esteve entre as três mais tocadas em rádios e shows em todo o Brasil. Segundo o ECAD, essa canção até hoje tem um expressivo número de execuções. Nascido na cidade de Ipiaú e apaixonado por música desde criança, Allê se destaca como produtor musical e também escritor de sucesso nas redes sociais, tendo 790 mil seguidores no Facebook (97% mulheres) e 354 mil no Instagram (94% mulheres). Seu Instagram tem o alcance semanal de quase 3 milhões e impressões e o seu canal no Youtube conta com 3.2 mil inscritos. ‘Sou um eterno acreditante em mim. Acredito que no meu trabalho uma coisa está intrinsecamente ligada à outra. O meu texto gera pessoas que gostam do meu trabalho, que transformam essas mensagens em tatuagens. As tatuagens viram músicas que a cada dia atraem mais gente ’, comenta Allê. Ele é autor também da poderosa frase ‘Queriam que ela fosse do lar, mas ela era do ler, e com essa liberdade, ela era de onde quisesse ser’, compartilhada e comentada pela atriz Cléo Pires e também pela então senadora Gleici Hoffmann. Allê possui menções e comentários em suas publicações de pessoas como as cantoras Solange Almeida, Marilia Mendonça, Alinne Rosa e Lauana Prado, que é sua parceira em algumas composições. Artistas como Jojó Toddynho, Seu Jorge, Roberta Rodrigues, Maurício Mattar, Letícia Colin, Tatá Werneck e algumas outras atrizes globais e digitais influencers já passaram por sua página. A sua playlist ‘Maravilhosonas’ no Spotify complementa musicalmente as postagens em suas páginas, e já conta com 2.220 seguidores.

Alle Barbosa.jpg